Domingo, 23 de Novembro de 2008

" A GRANDE ILUSÃO"

Foram cinquenta anos de escuridão

Que marterizaram parte da nossa vida

Por recompensa deram-nos esta ilusão

Porque a promessa...Essa foi esquecida

*

Esquecida é...Maneira suave de dizer!

Muitas coisas pelo meio aconteceram

Faltou coragem a alguns para fazer

Tudo quanto nos prometeram

*

Como foi possível? Tantos iludidos

E como tantos se deixaram enganar

Mais de trinta anos estão perdidos

Mas...A luta vai continuar!

+

Josémanangão

 

publicado por POESIA-NO-POPULAR às 23:49
link do post | comentar | favorito
|
24 comentários:
De maria a 24 de Novembro de 2008 às 00:40
Estes 30 anos não estão perdidos, Camarada. Estes 30 anos ensinaram-nos a ver quem é quem, e apesar de recuos foram preciosos para chegarmos onde chegámos.
É o que eu penso, mas dava pano para mangas, este teu poema...

Beijos


De POESIA-NO-POPULAR a 24 de Novembro de 2008 às 11:14
Maria
Visto à luz do principio "nada se perde tudo se transforma", o pior é que; a transformação, pode não ser a mais desejada.
Dizes bem "dava pano para mangas" oitenta anos é quase uma geração, se tomar-mos por princípio que, "estamos sempre a aprender", só que ainda existem pessoas que , não aprenderam nada, e elas são a maioria -é para elas que este verso se dirige.
Bjos


De Utopia das Palavras a 24 de Novembro de 2008 às 12:20
Pode ser batalha milenar
Jamais desistiremos dela
É nosso dogma, havemos de alcançar
É o sonho, agarrar essa estrela!

Continuando...sempre camarada!

Beijos


De POESIA-NO-POPULAR a 24 de Novembro de 2008 às 16:42
Olá Ausenda

Dizes bem camarada poetisa
Para nós não existe o desistir
Teremos de suar muita camisa
Mas estou certo que vamos conseguir.


De fernando samuel a 24 de Novembro de 2008 às 14:01
E essa é a mais importante de todas as conclusões!


Um abraço grande.


De POESIA-NO-POPULAR a 24 de Novembro de 2008 às 17:01
F. Samuel
Só com a luta diária é possível manter os direitos conquistados.
Abraço


De Ana Camarra a 24 de Novembro de 2008 às 14:02
José:

Estes anos não estão perdidos, apenas caminhamos a passos lentos, camarada.
Os 50 que passaram também não serão esquecidos enquanto existir gente como nós que os recorda não com saudisismo, nunca, mas como um alerta.

Um beijo


De POESIA-NO-POPULAR a 24 de Novembro de 2008 às 17:22
Ana
Como diz a Maria "dava pano para mangas este meu poema". Na realidade quando o escrevi pensei nisso mesmo. É verdade que nada se perde tudo se trasforma, mas não é menos verdade que démos tanto em troca de tão pouco, e estou a recordar que , ainda hoje lutamos por coisas básicas como o direito ao emprego. Que fazer com este povo que teima em não aprender a lição e se alheia da política, aceitando o crédito como um benefício, quando ele não é mais, que um garrote.
Bjos camarada


De Ludo Rex a 24 de Novembro de 2008 às 18:52
Claro que vai continuar... A Luta continuará sempre.
Abraço


De POESIA-NO-POPULAR a 24 de Novembro de 2008 às 19:04
Ludo
A luta vai continuar, e sempre renovada, e adequada às exigências do dia a dia!
Abraço companheiro


De CRN a 24 de Novembro de 2008 às 18:55
Manangão,
Nada se perde, tudo se transforma, é questão de apoiar essa transformação.

A revolução é hoje!


De POESIA-NO-POPULAR a 24 de Novembro de 2008 às 19:09
CRN
Aí está a frase correcta "apoiar a transformação" ...se ela for positiva !
Abraço grande


De jorge a 24 de Novembro de 2008 às 19:07

É verdade camarada como foi possível ??

Grande abraço!


De POESIA-NO-POPULAR a 24 de Novembro de 2008 às 19:18
Jorge
Dizem que "contra factos ", mas neste caso existem e muitos argumentos que explicam o porquê de termos chegado a esta situação calamitosa, para os trabalhadores.
Está difícil aprender a lição!
Felizmente que alguns não se cansam de lutar!
Abraço grande


De luna a 24 de Novembro de 2008 às 19:11
a vida é sempre um recomeço o importante é continuar, aprender com os erros e continuar
bj


De POESIA-NO-POPULAR a 24 de Novembro de 2008 às 19:35
Olá luna
As tuas palavras , são uma verdade indesmentível, mas...lutar contra a inércia deste povo torna-se mais cansativo, as pessoas tornaram-se mais indevidualistas, só vêem para a luta quando são atingidos os seus interesses, esquecem a solidariedade, os exemplos estão aí todos os dias, mas, as pessoas não aprendem, nem percebem que têem de lutar pelos seus direitos, em Portugal tudo leva o dobro ou o tripulo do tempo a ser conseguido.
bjo amiga


De duartenovale a 24 de Novembro de 2008 às 22:55
da minha vida fiz um verso
e procuro nem sempre acertando
o que a vida me reserva...
POIS
encontrarei sempre lutando
o socialismo qu'encarceram
nos capitais dominantes.
ASSIM
do mundo que apodrece
e das almas esquecidas
virá futuro e promessas
SEREMOS
um povo SEMPRE unido
um corpo destemido
a mandar isto pró demo.

A LUTA CONTINUA


De POESIA-NO-POPULAR a 26 de Novembro de 2008 às 00:15
Amigo duartenovale

De todas as formas tentadas
Pelos direitos em disputa
Todas sairam falhadas
A mais eficaz... È a luta!

A lita tem de continuar, porque a luta é o caminho!
Abraço


De Zorze a 24 de Novembro de 2008 às 23:22
Manangão,

Perderam-se, é verdade. Mas de se perder anos também se aprende a não perder mais.
Acredita, amigo que a coisa vai virar.
A bem ou mal, mas vai...

Abraço,
Zorze


De POESIA-NO-POPULAR a 26 de Novembro de 2008 às 00:29
Zorze
Gostava de ver mais gente com a nossa convicção!
Gostava que as pessoas percebessem, que um aumento significativo da votação no PCP/CDU, seria a melhor forma dos trabalhadores se fazerem respeitar.
Que país é este, que vive nestas condições, e perto de 40% são abstêncionistas nos actos eleitorais?
Votar é um direito e um dever cívico!
Abraço companheiro


Comentar post

."MAIS SOBRE MIM"

.pesquisar

 

.Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

25
26
27
28


."POSTS RECENTES"

. QUEM TE VIU PORTUGAL!

. COM ABRIL NO PENSAMENTO

. OS POLÍTICOS

. VAMOS MONDAR ABRIL!!!!!!

. OS ALGOZES EM DELÍRIO.

. É URGENTISSIMO.

. A "CARIDADEZINHA"

. ACORDAI POVO!

. CAMINHOS ENVIESADOS

. CHOVEU NO FORMIGUEIRO

. ...

. "TEU SORRISO UM POEMA"

. HOJE COMO ONTEM!

. QUEM É... QUE CONTINUA A ...

. PARABENS CRAVO DE ABRI...

. SÁBADO 1 DE OUTUBRO

. DEMOCRACIA SEM ADJECTIVOS

. QUE MAIS TERÁ DE ACONTECE...

. FESTA DO ÁVANTE 2011

. "NÃO HÁ FESTA COMO ESTA2

. O TEMPO É DE LUTA!

. É URGENTE!

. SERÃO PRECISAS, AS PALAVR...

. JUNHO DE MÁ MEMÓRIA!

. COMO EU OS VEJO!

. ERA MAIO COM CHEIRO DE AB...

. DIA 29, CONTRA OS TIRANOS...

. A MINHA PRIMAVERA

. A BATOTA CONTINUA!

. PARABENS PCP

.arquivos

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. DVD de ALFREDO MARCENEIR...

."LINKS"

blogs SAPO

.subscrever feeds