Terça-feira, 2 de Setembro de 2008

INÉDITOS DE ANTONIO ALEIXO

-

                         Não me dêem mais desgostos

                         Porque sei raciocinar...

                         Só os burros estão dispostos

                         A sofrer sem protestar

-

                         A quem segue teus conselhos

                         Vive pedindo favores

                         Toda a vida de joelhos

                         Aos pés dos seus opressores

-

                         Tu que vives na grandeza

                         Se calçasses e vestisses

                         Daquilo que produzisses

                         Andavas nú concerteza

-

                         Se cá voltasse Jesus

                         O martir filho do homem

                         Escorraçava os que comem

                         Á sombra da sua cruz.

-

Sábado dia 6 ás 15h00 no Ponto de Encontro, até láá!

publicado por POESIA-NO-POPULAR às 21:59
link do post | comentar | favorito
|
24 comentários:
De maria a 2 de Setembro de 2008 às 22:36
O Aleixo era sábio!!!!!

Até lá!

Beijos


De POESIA-NO-POPULAR a 4 de Setembro de 2008 às 00:33
Maria
Se não era sábio, tinha muito calo da vida, e caustico quanto baste!
Até sexta!
Bjos amiga


De fernando samuel a 3 de Setembro de 2008 às 01:27
O genial António Aleixo.

Até sexta.
Um abraço.


De POESIA-NO-POPULAR a 4 de Setembro de 2008 às 00:37
Fernando samuel
Eu gosto imenso da maneira de se expressar do Antonio Aleixo, se olhar-mos a época em que viveu, foi atrevidote.
Até sexta
Abraço amigo


De António Delgado a 3 de Setembro de 2008 às 01:49
olá José maganão ,conheci finalmente o seu blog e irei fazer um link do seu espaço no meu Ecos e Comentários.

Aproveito para dizer-lhe que tenho uma admiração muito grande pelo António Aleixo. Um poeta muito humilde mas que dizia realmente coisas.

Um abraço


De POESIA-NO-POPULAR a 4 de Setembro de 2008 às 00:43
Viva António
Encontrámo-nos o ano passado mais o Ludo e a Magnólia, a Margarida, ou estou a fazer comfusão?
Será que nos vamos encontrar novamente neste sábado?
Um abraço companheiro!


De António Delgado a 4 de Setembro de 2008 às 15:42
Olá José,
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Olá José, <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>Nao</A> fui eu. Conheço o Ludo pela blogosfera e foi a partir do blog dele que me inspirei e motivei para conceber o meu. Infelizmente e por razoes várias ainda não nos conhecemos. O Ano passado esteve quase mas não aconteceu e este ano volta a ser impossivel. <BR><BR>Um braço fraterno. <BR>António


De Samuel a 3 de Setembro de 2008 às 12:42
António Aleixo era um ser especial. Faz bem ler o que ele escreveu!

Abraço


De POESIA-NO-POPULAR a 4 de Setembro de 2008 às 00:50
Olá companheiro
As quadras do Aleixo davam belas rapsódias!
Então já arranjas-te o banquinho para estares na fila esperando o autografo do Sérgio?
Grande abraço companheiro!


De MPS a 3 de Setembro de 2008 às 16:23
Sublime, o nosso Aleixo!

Um abraço


De POESIA-NO-POPULAR a 4 de Setembro de 2008 às 01:10
Olá amiga MPS
A amiga encontra sempre a palavra justa e correta, "sublime", era isso mesmo.
Só por curiosidade ; já tem bilhete para as áreas de ópera naquele palco deslumbrante com cenário natural, tendo como pano de fundo o rio Tejo e Lisboa?
Recordo ter visto na Gulbenkian, com cenário natural " A Sagração da Primavera" interpretado pelo Ballet Gulbenkian, coreografado por um inglês!
Foi deslumbrante!
Eu sei que não precisa de ser provocada, mas , tambem não nego que....
Abraço amiga.


De Anónimo a 3 de Setembro de 2008 às 19:46
Tu sabes,
conheces melhor do que eu
a velha história.
Na primeira noite eles se aproximam
e roubam uma flor
do nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na Segunda noite, já não se escondem:
pisam as flores,
matam nosso cão,
e não dizemos nada.
Até que um dia,
o mais frágil deles
entra sozinho em nossa casa,
rouba-nos a luz, e,
conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da garganta.
E já não podemos dizer nada.

Reteridado da obra" NO CAMINHO COM MAIAKÓVSKI"
de Eduardo Alves da Costa(viveu durante a ditadura miltitar Brasileira)

Alguns ainda gostariam que fosse assim por cá.....

1 Abraço
V.A.A.


De POESIA-NO-POPULAR a 4 de Setembro de 2008 às 01:19
Olá amigo V.A.A.
Já tinha saudades dos seus comentários, sempre saborosos,e são uma mais valia para o meu blog.
É verdade meu caro , diz muito bem, alguns gostarim , mas, dar-lhes ía muita canseira!
Já foi! O tempo de sofrer sem protestar como dizia o Aleixo, acabou...e muito bem!
Um grande abraço meu amigo


De Zorze a 4 de Setembro de 2008 às 01:05
Grande poeta, grande poema.
Sente-se a raiva e brilhante a forma como a põe intelegentemente em poesia.

Abraço e até lá,
Zorze


De POESIA-NO-POPULAR a 4 de Setembro de 2008 às 01:23
Olá Zorze
O Aleixo sabia do ofício, as suas palavras eram armas poderosas, simples mas, eficazes?
Então até lá companheiro
Abraço


De Ludo Rex a 4 de Setembro de 2008 às 03:10
Sábado, 6 de Setembro, 15h, Lago da Rotunda da Avenida Principal
Não há Festa Como Esta!
Até já :-)
Vê as fotos no email...


De POESIA-NO-POPULAR a 4 de Setembro de 2008 às 11:35
Ludo
Obrigado amigo,as fotos estão lindas, como sempre, não admira fazem parte da Festa mais bonita, da nossa terra.
O ano passado por ocasião do 1º encontro blogger era-mos só cinco ou seis, mas este ano companheiro , gostava de bater uma foto com os bloggers todos do 2º encontro.
até láá


De Ana Camarra a 4 de Setembro de 2008 às 16:27
José

António Aleixo era de facto um sábio.
Instrução não é educação, nem tão pouco inteligência.
Aleixo era a prova disso mesmo, tantos anos após a sua morte os seus versos estão actuais.

Até sábado

beijocas


De POESIA-NO-POPULAR a 4 de Setembro de 2008 às 22:41
Ana
O facto dos versos do Aleixo estarem actualizados, é muito mau para nós, pois é sinal que tudo continua com antes, e este povo continua pouco exigente, acomodado e amedrontado, com o futuro.
Bjos amiga


De lena a 4 de Setembro de 2008 às 22:05
Lindo o poema...
reparastes que, é sempre quem mais trabalha que menos tem...
Voltei de Portugal esta semana, e em espaço de 3 mêses, vi a vida degradar se mais;
não sei onde isso vai parar; temos um governo que não faz nada; porque não sabe que fazer e como fazer o não quer saber...

Portugal so tem de bom é o clima, esse sol e céu unico e a comida e o mar..

Beijinhos


De POESIA-NO-POPULAR a 4 de Setembro de 2008 às 22:50
Lena
Penso que este DESgoverno tem a lição bem estudada, governa-se, e o povo é como se não existisse.
Acabaram-se as tuas férias não é verdade?
O trabalho (para quem o tem) em vez de ser uma alegria, é um pesadêlo.
Bjos amiga


Comentar post

."MAIS SOBRE MIM"

.pesquisar

 

.Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

25
26
27
28


."POSTS RECENTES"

. QUEM TE VIU PORTUGAL!

. COM ABRIL NO PENSAMENTO

. OS POLÍTICOS

. VAMOS MONDAR ABRIL!!!!!!

. OS ALGOZES EM DELÍRIO.

. É URGENTISSIMO.

. A "CARIDADEZINHA"

. ACORDAI POVO!

. CAMINHOS ENVIESADOS

. CHOVEU NO FORMIGUEIRO

. ...

. "TEU SORRISO UM POEMA"

. HOJE COMO ONTEM!

. QUEM É... QUE CONTINUA A ...

. PARABENS CRAVO DE ABRI...

. SÁBADO 1 DE OUTUBRO

. DEMOCRACIA SEM ADJECTIVOS

. QUE MAIS TERÁ DE ACONTECE...

. FESTA DO ÁVANTE 2011

. "NÃO HÁ FESTA COMO ESTA2

. O TEMPO É DE LUTA!

. É URGENTE!

. SERÃO PRECISAS, AS PALAVR...

. JUNHO DE MÁ MEMÓRIA!

. COMO EU OS VEJO!

. ERA MAIO COM CHEIRO DE AB...

. DIA 29, CONTRA OS TIRANOS...

. A MINHA PRIMAVERA

. A BATOTA CONTINUA!

. PARABENS PCP

.arquivos

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. DVD de ALFREDO MARCENEIR...

."LINKS"

blogs SAPO

.subscrever feeds