Quinta-feira, 22 de Maio de 2008

AS CANÇÕES DE ABRIL, E OUTRAS....

Brigada Victor Jara

-

               Para muitos, muitos mil

            Aquela madrugada Primaveril

            Pariu um novo alvoreçar

            Saiu á rua o formigueiro

            Foi libertado o "Cancioneiro"

            E o povo livremente pode cantar

-

            As canções antes proibídas

            E que nunca foram esquecidas

            Saltaram todas p,rá ribalta

            Escritores e poetas censurados

            Viram seus trabalhos libertados

            Portugal atingiu a maré-alta

-

            Mas, o ciclo foi inrerrompido

            Contra tudo, que faria sentido

            Foi boicotada a canção de intervenção

            A censura acabou, mas na verdade

            Existe uma outra realidade

            Que esconde a verdadeira intenção

-

            É o confronto das verdades

            Que assusta os menos audazes

            Não aceitando que a verdade se discuta

            A canção tambem é uma verdade

            Escrita e cantada com frontalidade

            Contra o voto da verdade absoluta.

 

          Josémanangão

 

música: Brigada Victor Jara "Marião"
publicado por POESIA-NO-POPULAR às 12:23
link do post | comentar | favorito
|
34 comentários:
De São Banza a 22 de Maio de 2008 às 19:54
Viva Abril, sempre!
Gostei do poema.
Conheço bem o Rui e aprecio imenso a Brigada.
Se aceitares, tens um mimo à espera de o ires buscar lá a casa!
Sê feliz.


De POESIA-NO-POPULAR a 23 de Maio de 2008 às 12:47
São
Obrigado pelas palavras e pelo mimo.
Bfs amiga
JM


De Zorze a 22 de Maio de 2008 às 20:26
Gostei da letra. Falta a música!
Gosto muito da Brigada Victor Jara. Felicito-te por a trazeres até aqui.

Um abraço,
Zorze


De POESIA-NO-POPULAR a 23 de Maio de 2008 às 12:52
Zorze
Não sou musico, bem que gostavamas....Sobre a brigada Vitor Jara, pelo facto de ser conotada com o PCP, sofre as concequências, destes ditos (democratas) vesgos.
Obrigado amigo
JM


De jrd a 22 de Maio de 2008 às 22:55
Chegará o ano em que "Abril" será sempre a canção de todos os meses.
bfs


De POESIA-NO-POPULAR a 23 de Maio de 2008 às 13:28
jrd
Entretanto a luta não pode parar, temos de estar conscientes disso.
Obrigado bfs
JM


De Crixus a 23 de Maio de 2008 às 09:07
As cantigas e poemas ainda são o pouco que resta de Abril, mas nós temos força para reconquistar tudo o que nos têm tirado nestes ultimos anos de governos do Capital (PSD E PS). Abraço


De POESIA-NO-POPULAR a 23 de Maio de 2008 às 13:32
É verdade camarada, mas´há uma coisa que eles têm a certeza, e a de que nós nunca desistiremos!
Abraço bfs
JM


De fernando samuel a 23 de Maio de 2008 às 11:02
É assim:
Eles existem para destruir tudo o que é belo;
nós existimos para defender e construir o BELO.
E venceremos!

Abraço grande e obrigado pelo poema.


De POESIA-NO-POPULAR a 23 de Maio de 2008 às 13:36
Fernando Samuel
Eles sabem que nós venceremos, é tudo uma questão de tempo, e de luta!
Obrigado camarada, abraço
JM


De Orlando Martins a 23 de Maio de 2008 às 11:58
Caro JoséManangão,
O Quadro "Victor Jara" e o seu poema enquadram-se.
A forma como descreve o nascer(renascer) - parir-, para muitos, muitos mil (todos), é bela, porque é nossa.
A LIBERDADE, essa sim... mas para quando???
Lutaremos com a frontalidade e coragem que em cada um lhe vai na alma.
Gostei imenso do poema.

Orlando Martins


De POESIA-NO-POPULAR a 23 de Maio de 2008 às 13:46
Amigo Orlando Martins
A verdadeira liberdade aparecerá tão mais depressa, quanto a nossa capacidade de ultrapassarmos o que nos divide, pensando mais naquilo que nos une, então teremos pleno conhecimento da nossa força.
A Globalização foi a união dos mais ricos contra os mais pobres:-não vamos deixar que ela resulte!
Abraço amigo
JM


De MPS a 23 de Maio de 2008 às 16:23
Caro Manangão

Pois é, pois é! Aos poucos foram-se calando algumas vozes (mostrando-as só à medida que vão morrendo...). Quem se pôs para as substituir? É melhor nem falar, porque arrepia!

Também por isso o seu poema é interessante, porque inconformado.

Um abraço


De POESIA-NO-POPULAR a 23 de Maio de 2008 às 17:45
Minha amiga
Que estranha (democracia) esta, em que ela própria se auto-censura, e não só! O que é mais grave.
Bem haja, pela sua boa vontade.
Bfs
JM


De Samuel a 23 de Maio de 2008 às 19:11
Bons versos!
A Brigada tem um lugar absolutamente único na nossa música. Gosto muito. Desde o princípio.

Abraço


De POESIA-NO-POPULAR a 23 de Maio de 2008 às 22:12
Estamos de acordo, que chatice!
Sobre os versos, obrigado pela opinião, é sempre de conciderar vinda donde vem.
abraçoJM


De justine a 24 de Maio de 2008 às 11:48
A canção é sempre uma arma subsversiva e certeira.
E tu vais dizendo verdades cruas que têm de ser ditas, em ritmo suave de poema!
Bom fim de semana


De POESIA-NO-POPULAR a 24 de Maio de 2008 às 14:07
Justine
A denúncia tem de ser feita por todas as formas ao nosso alcance!
Abraço
JM


De mar aravel a 24 de Maio de 2008 às 21:57

Contra a maioria esmagadora


De POESIA-NO-POPULAR a 25 de Maio de 2008 às 10:32
mar aravel
Esmagadora ,arrogante, anti-democrática e hipócrita!
Abraço
JM


Comentar post

."MAIS SOBRE MIM"

.pesquisar

 

.Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

25
26
27
28


."POSTS RECENTES"

. QUEM TE VIU PORTUGAL!

. COM ABRIL NO PENSAMENTO

. OS POLÍTICOS

. VAMOS MONDAR ABRIL!!!!!!

. OS ALGOZES EM DELÍRIO.

. É URGENTISSIMO.

. A "CARIDADEZINHA"

. ACORDAI POVO!

. CAMINHOS ENVIESADOS

. CHOVEU NO FORMIGUEIRO

. ...

. "TEU SORRISO UM POEMA"

. HOJE COMO ONTEM!

. QUEM É... QUE CONTINUA A ...

. PARABENS CRAVO DE ABRI...

. SÁBADO 1 DE OUTUBRO

. DEMOCRACIA SEM ADJECTIVOS

. QUE MAIS TERÁ DE ACONTECE...

. FESTA DO ÁVANTE 2011

. "NÃO HÁ FESTA COMO ESTA2

. O TEMPO É DE LUTA!

. É URGENTE!

. SERÃO PRECISAS, AS PALAVR...

. JUNHO DE MÁ MEMÓRIA!

. COMO EU OS VEJO!

. ERA MAIO COM CHEIRO DE AB...

. DIA 29, CONTRA OS TIRANOS...

. A MINHA PRIMAVERA

. A BATOTA CONTINUA!

. PARABENS PCP

.arquivos

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. DVD de ALFREDO MARCENEIR...

."LINKS"

blogs SAPO

.subscrever feeds