Domingo, 25 de Setembro de 2011

SÁBADO 1 DE OUTUBRO

Aos vampiros nacionais

Juntaram-se os europeus

Para poderem sugar mais

Tornaram-se internacionais

Autênticos fariseus

 

Contra a corja exploradora

E seus fiéis servidores

Gritaremos - chegou a hora

Ponham-se daquí para fora

Não suguem mais os trabalhadores

 

A indignação transbordou

Ferveu e vai chegar ao rubro

Contra quem a provocou

Eis que o momento chegou

É no sábado dia 1 de outubro.

 

 

Com um abraço do tamanho do mundo!

Até lá!

publicado por POESIA-NO-POPULAR às 10:48
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Setembro de 2011

DEMOCRACIA SEM ADJECTIVOS

Vegetamos nesta (democracia)

Desgastada e enviesada

Enganosa porque fantasia

Mistura interesses e usa ironia

Que a tornam tão depravada

 

Preverssa e mal interpretada

Definhando dia após dia

Porque não faz a escolha acertada

Políticamente é atraiçoada

O que faz dela uma falsa democracia

 

Vivendo em constante agonia

Hoje avança amanhã recua

Há trinta e cinco anos ...quém diria

Que a nossa jovem (democracia)

Chegaria até aquí quase nua

 

Precisando ser acarinhada

Por outros democratas e não (estes)

De retórica mal alinhavada

Que a deixam tão desvirtuada

Após tão ignóbeis interesses

 

Democratas a sério... são precisos

Homens e mulheres verdadeiros

Isentos de hábitos abusivos

Portadores de sinceros sorrisos

Que expulsem estes batoteiros

 

É uma triste contactação

Para quantos continuam a lutar

Para que a democracia seja a voz da razão

Do trabalho da saúde e da educação

Verdadeira isenta e exemlar

 

Que molilize a futura geração

Para acabar com este sofrimento

Que a liberte de qualquer ilusão

Amando-a com alama e coração

Vivendo com ele no pensamento.

 

Palavras minhas

 

Com um abraço do tamanho do mundo!

 

 

 

 

 

publicado por POESIA-NO-POPULAR às 14:21
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 10 de Setembro de 2011

QUE MAIS TERÁ DE ACONTECER?

 

 

Que mais terá de acontecer

A este povo que a ditadura amordaçou

Retirando-lhe o direito de escolher

E agora que o pode fazer

Esquece quem o maltratou

 

Que mais terá de acontecer

Para acabar-mos com esta falcatrua

A vida continua a apodrecer

O povo é lento no aprender

 A diferença entre o sol e a lua

 

Que mais terá de acontecer

Para que a minha vontade seja a tua

A nossa indignação se exprima a valer

Escorraçando a corja que detem o poder

Usando sempre a mesma falcatrua

 

Que mais terá de acontecer

Para que depois de tanta humilhação

Em vez de o teu ânimo arrefecer

Te abra os olhos e faça compreender

E para sempre te sirva de lição

 

Que mais terá de acontecer

Para que - a maioria de nós

Unidos saibamos refletir e responder

Aos que passam a vida a prometer

Para depois se esquecerem de nós

 

 

Que mais terá de acontecer?

Palavras minhas!

 

 

Com um abraço do tamanho do mundo! 

 

 

publicado por POESIA-NO-POPULAR às 15:05
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Terça-feira, 6 de Setembro de 2011

FESTA DO ÁVANTE 2011

Saiu á rua o formigueiro

Em Setembro no Seixal

Após ter sido o obreiro

De uma FESTA sem igual

 

Carreiro abaixo e acima

Frenético mas sempre ordeiro

Deu vivas a quem o estima

E avisou os ratos do celeiro

 

Exaltou obreiros e obreiras

Á luta pelos seus direitos

Contra as cigarras cantadeiras

E seus perniciosos efeitos

 

Novas canções é que queremos

Gritaram alto e bom som

Contra as velhas lutaremos

Porque já estão fora de tom

 

Assim de carreiro em carreiro

Três dias de FESTA e labuta

Está sempre pronto o formigueiro

Para fazer da FESTA luta

 

Contra as bolorentas cantigas

Que as cigarras cantam docemente

enquanto os ratos comem as espigas

Á boa maneira do antigamente

 

Mas alerta está o formigueiro

Que saiu á rua no Seixal

Contra os ladrões do seu celeiro

que é o celeiro de Portugal.

 

Com um abraço do tamanho do Mundo!

 

Manangão

 

publicado por POESIA-NO-POPULAR às 18:34
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

."MAIS SOBRE MIM"

.pesquisar

 

.Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

25
26
27
28


."POSTS RECENTES"

. QUEM TE VIU PORTUGAL!

. COM ABRIL NO PENSAMENTO

. OS POLÍTICOS

. VAMOS MONDAR ABRIL!!!!!!

. OS ALGOZES EM DELÍRIO.

. É URGENTISSIMO.

. A "CARIDADEZINHA"

. ACORDAI POVO!

. CAMINHOS ENVIESADOS

. CHOVEU NO FORMIGUEIRO

. ...

. "TEU SORRISO UM POEMA"

. HOJE COMO ONTEM!

. QUEM É... QUE CONTINUA A ...

. PARABENS CRAVO DE ABRI...

. SÁBADO 1 DE OUTUBRO

. DEMOCRACIA SEM ADJECTIVOS

. QUE MAIS TERÁ DE ACONTECE...

. FESTA DO ÁVANTE 2011

. "NÃO HÁ FESTA COMO ESTA2

. O TEMPO É DE LUTA!

. É URGENTE!

. SERÃO PRECISAS, AS PALAVR...

. JUNHO DE MÁ MEMÓRIA!

. COMO EU OS VEJO!

. ERA MAIO COM CHEIRO DE AB...

. DIA 29, CONTRA OS TIRANOS...

. A MINHA PRIMAVERA

. A BATOTA CONTINUA!

. PARABENS PCP

.arquivos

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. DVD de ALFREDO MARCENEIR...

."LINKS"

blogs SAPO

.subscrever feeds