Sexta-feira, 27 de Julho de 2007

"Os Vespeiros"

Esta moda, euforia ou, o que queiram chamar-lhe, dos blogs faz lembrar-me os VESPEIROS.

Tal como as rádios, são tantas que: basta rodarmos o cursor um milésimo e…Já estamos noutra.

Com os blogs acontece o mesmo, basta uma letra e…Outro blog nasceu.

Qualquer pessoa com algum conhecimento destas técnicas poderá fazer (ter) os blogs que entender, é gratuito.

Como diria alguém que eu conheço, a língua Portuguesa, é muito traiçoeira, basta uma vírgula, um ifen, um ponto de interrogação ou um ponto de exclamação e o sentido das palavras e ou das frases, tornar-se-á diferente.

Mas…Que sei eu, da língua de Camões, apenas com a quarta classe (aprovado com distinção) não é vaidade, é assim que consta no diploma (posso fazer prova) feita há cinquenta e quatro anos?

E que tem isto a ver com VESPEIROS?

Apenas para lembrar a quem esqueça e os curiosos que, como eu, gostem de aprender.

Os VESPEIROS são todos parecidos, estejam próximos ou distantes, e nem por isso as vespas trocam o seu vespeiro.

Eu não sou vespa, mas…Tenho alguma experiência com VESPEIROS e, com vespas…Òh se tenho!

É que alguém me avisou para que tivesse cuidado com os VESPEIROS, para não alvoraçar as vespas!

Vou ter de terminar. Não! Não! É que, estou a ouvir uns zumbidos...

 

http://poesianopopular.blog.sapo.pt

      

publicado por POESIA-NO-POPULAR às 22:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

"Foi notícia!"

Certa Instituição Bancária, nos primeiros "6 meses 6" do ano de 2007, aumentou os seus lucros em 80% (oitenta)- cerca de 360 milhões de Euros!

Fiquei a pensar nisto e interroguei-me quanto terá pago de impostos esta Instituição Bancária?

E quanto pagará de impostos um trabalhador que aufira o salário médio nacional? (para já não falar no salário mínimo?). Comparativamente, é claro!

Quem saberá responder-me?

É que oiço todos os dias tantas comparações com os países desta Europa!

Matem-me a curiosidade! Eu não me importo!

Obrigado

O Curioso

publicado por POESIA-NO-POPULAR às 17:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Julho de 2007

"A Matemática"

 

Os jovens são o espelho dos idosos.

Neste dia dos avós.

Este bonito poema da

Poetisa Ana Catarina Mateus

Com 10 anos de idade, e cidadã

Da, não menos bonita, cidade

De “BOCAGE”

 

A Matemática

 

A matemática fascinante,

Esse jogo empolgante,

Que a mim me fascina,

Tal como o Sol brilhante,

Perfeito, mais perfeito não há!

Aquelas contas divertidas,

Milésimas, iguais a formigas.

Ó matemática!

Mundo que me fascina,

O esquadro e a régua,

O compasso e o lápis,

Está na hora de escrever,

E assim poder aprender,

Para a matemática,

Mundo fascinante,

Eu saber fazer!

 

Ana Catarina Mateus

 

 

publicado por POESIA-NO-POPULAR às 19:13
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

"A Primavera"

A Primavera é…O teu sorriso

A tua juventude o teu olhar

É tudo o que eu preciso

Para não ficar indeciso

Quando te vejo passar

*

A Primavera é…O amor

O renascer o germinar

O principio de cada flor

Perfumando com seu odor

Todos os tempos do verbo amar

*

A Primavera é cor…É sonho

É reviver com alegria

A fuga do Inverno tristonho

Passagem para o Verão risonho

Imaginação para a fantasia

*

A Primavera é…De novo vestir

O tempo que antes estava nu

É a natureza e o seu evoluir

A beleza que volta a reluzir

A Primavera…És tu.

 

josémanangão

 

 

 

 

publicado por POESIA-NO-POPULAR às 19:11
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|

"Nossa Serras e Montes"

Eu quero subir ao cimo do monte

Onde deixei a saudade

Para ouvir a água da fonte

Correr livre e em liberdade

Ver nascer as flores

Ouvir o cantar das aves

Cantando aos seus amores

As suas canções suaves

*

Eu banho o meu rosto ao luar

Triste e por vezes magoado

Ele ouve o meu brado

E afasta-se para outro lado

Eu clamo pelo verde do monte

Por onde voa a águia-real

São limpas e livres as fontes

Deste meu lindo Portugal.

 

Adelaide Palmela

 

publicado por POESIA-NO-POPULAR às 19:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 24 de Julho de 2007

"Sim ou Não"

            
Tu
Que dizes ser meu amigo
Apesar de eu
Pensar diferente
Tu
Que dizes ser meu amigo
Mesmo não estando
na minha corrente
Tu
Que dizes ser meu amigo
Ainda que eu
Tome partido
E tu te dizeres independente
Responde-me
Entre a minha trincheira e a outra
Manterías a tua independência?
Pessxiu…….
Não gaguejes
Diz apenas que me respeitas!
*
josémanangao
 
publicado por POESIA-NO-POPULAR às 16:13
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

"Nunca digas eu li sem ler"

publicado por POESIA-NO-POPULAR às 16:04
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Julho de 2007

" A Ti Balbina"

Esta azáfama (que chega a ser frenética) a que tenho assistido ultimamente, sobre quem é amigo, ou mais conviveu, com o maior intérprete e autor cultural…Melhor dizendo, Figura Nacional (pois é disso que se trata,) que foi, ainda é (por enquanto) e… Continuará a ser!

Não tenho dúvidas …que irá ficar na nossa história como um valor cultural e humano de referência internacional.

José Afonso, claro …Quem mais podia ser?

Mas…Onde é que eu ia? Ahh…Os amigos do “ZECA” penso que se fala muito dele, mas respeita-se pouco o”ZECA”.

Daquilo que conheci, e digo conheci porque privei com ele meia dúzia de vezes, não tive pois a convivência suficiente para poder considerar-me amigo.

Solidário sim! Sempre! E depois, isto de ser amigo está a ficar tão banalizado: Toda a gente se diz amigo (quem dera que assim fosse...) Mas…Já me perdi novamente! Ahh…Os amigos do “ZECA”; Alguns fazem-me lembrar uma história de quando eu era menino.

Morava lá na aldeia, a ti “Balbina”, uma velhinha muito pobre, vivia sozinha, era ajudada pela vizinhança, até que... Um dia faleceu. Ninguém lhe conhecia família. Estava mesmo só no mundo, as vizinhas começaram a fazer os preparativos para a realização do respectivo funeral.

Aconteceu que, ao vestirem a ti”Balbina”, descobriram debaixo do colchão, um enorme e valioso (filão) perdão, cordão, cordão é que é, de ouro.

Na aldeia e redondezas, os comentários sucediam-se, até que no dia do funeral, apareceu uma senhora bem vestida, bem falante ar de (tiááá) muito pesarosa, desconhecida de todos. As vizinhas da ti”Balbina”estavam intrigadíssimas e segredavam umas com as outras (quem será?) até que uma mais espevitada se lhe dirigiu dizendo…A senhora, quem é?

Ao que a (tiááá) respondeu…Eu sou prima, da prima da prima, (Balbina).

Que me perdoe o “ZECA” pelo respeito que me merece, e os seus verdadeiros amigos também.

 
José Manangão
 
 
publicado por POESIA-NO-POPULAR às 22:49
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 22 de Julho de 2007

"A Força do Povo"

Se à força que o Povo tem

se lhe juntasse mais querer

era só ver mais além

para não ficar tão aquém

da cultura e do saber

*

Um homem só...Não pode nada

dois podem mais... Com certeza

se a força for concertada

à inteligência aliada

farão grande fortaleza

*

será que...Nunca vamos aprender

esta verdade tão primária

para um melhor viver

sem termos que depender

de qualquer espécie...Autoritária

*

camarada companheiro, irmão

vamos pôr a inteligência a trabalhar

o egoísmo e a intriga não serão

motivos para qualquer sermão

daqueles que...Nos querem explorar.

 

josémanangão

publicado por POESIA-NO-POPULAR às 19:51
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

."MAIS SOBRE MIM"

.pesquisar

 

.Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

25
26
27
28


."POSTS RECENTES"

. QUEM TE VIU PORTUGAL!

. COM ABRIL NO PENSAMENTO

. OS POLÍTICOS

. VAMOS MONDAR ABRIL!!!!!!

. OS ALGOZES EM DELÍRIO.

. É URGENTISSIMO.

. A "CARIDADEZINHA"

. ACORDAI POVO!

. CAMINHOS ENVIESADOS

. CHOVEU NO FORMIGUEIRO

. ...

. "TEU SORRISO UM POEMA"

. HOJE COMO ONTEM!

. QUEM É... QUE CONTINUA A ...

. PARABENS CRAVO DE ABRI...

. SÁBADO 1 DE OUTUBRO

. DEMOCRACIA SEM ADJECTIVOS

. QUE MAIS TERÁ DE ACONTECE...

. FESTA DO ÁVANTE 2011

. "NÃO HÁ FESTA COMO ESTA2

. O TEMPO É DE LUTA!

. É URGENTE!

. SERÃO PRECISAS, AS PALAVR...

. JUNHO DE MÁ MEMÓRIA!

. COMO EU OS VEJO!

. ERA MAIO COM CHEIRO DE AB...

. DIA 29, CONTRA OS TIRANOS...

. A MINHA PRIMAVERA

. A BATOTA CONTINUA!

. PARABENS PCP

.arquivos

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. DVD de ALFREDO MARCENEIR...

."LINKS"

blogs SAPO

.subscrever feeds