Sábado, 8 de Dezembro de 2007

DESAFIO

Aceitei com todo o gosto o desafio do Rogério L. Silva

do blog Vermelho vivo

***

Estava a reler e reviver o livro

DISCURSOS, CONFERÊNCIAS DE IMPRENSA  E ENTREVISTAS DE VASCO GONÇALVES

Na página 161 a quinta frase, diz assim

" Nós não desejamos, apenas, mudar as moscas em Portugal e que o resto fique na mesma e julgamos já ter dado bastantes indícios disso"

*

Para que a corrente se mantenha, aquí fica o meu convite á Magnólia ao Pedro Namora,  Ludo, Vitor Nogueira, Zé Manel, e ao Crixus, com um abraço do tamanho do Mundo para todos.  

sinto-me: saúdades
publicado por POESIA-NO-POPULAR às 00:16
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Ludovicus Rex a 8 de Dezembro de 2007 às 01:21
Já me 'tramaste' eh eh eh... Mas olha há uns tempos que me fizeram este desafio. Então aqui vai:
Livro - Para a História do Sindicalismo em Portugal, Colecção Seara Nova, 1974.
Frase - d) Restringir constante e progressivamente, e no próprio local de trabalho, o poder patronal;

Um Abraço e Bom Fim de Semana


De gr-gr a 8 de Dezembro de 2007 às 01:36
Qualquer página do livro, é importante.
Qualquer parágrafo, imprescindível ler.

Quanta saudade, Companheiro Vasco!

Continuação de boas leituras.

GR


De magnolia a 9 de Dezembro de 2007 às 16:39
Meu amigo, só agora tenho oportunidade de responder ao teu desafio. O livro que estou no momento a ler é Quantas Madrugadas tem a Noite, de Ondjaki , um jovem escritor angolano. A 5ª frase da página 161 fica aqui transcrita: "O quê, avilo ? Eu num menti nada, aqui não há mentiras nem confusões, eu te falei mesmo a verdade: na igreja num tinha corpo nenhum, porra , senão comé que o gajo ia mesmo pôr nome de capítulo missa de corpo ausente? ele também num quer ser apanhado assim nos flagrantes literários..., e eu inda num tou grosso!"
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Meu amigo, só agora tenho oportunidade de responder ao teu desafio. O livro que estou no momento a ler é Quantas Madrugadas tem a Noite, de Ondjaki , um jovem escritor angolano. A 5ª frase da página 161 fica aqui transcrita: "O quê, avilo ? Eu num menti nada, aqui não há mentiras nem confusões, eu te falei mesmo a verdade: na igreja num tinha corpo nenhum, porra , senão comé que o gajo ia mesmo pôr nome de capítulo <I>missa de corpo ausente</I>? ele também num quer ser apanhado assim nos flagrantes literários..., e eu inda num tou grosso!" <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Bjs</A>


De Anónimo a 14 de Dezembro de 2007 às 01:06
Respondendo finalmente ao desafio de José Manangão do

Poesia-no-Popular
e porque à minha volta só tenho papéis, volto-me para trás e na estante areás, à minha esquerda, tiro 3 livros, à cautela. Cautela que se revelou útil, pois o 1º livro não tem 161 páginas. Trata-se de «Eleazar ou a Nascente e a Sarça», de Michel Tournier, Edições ASA, 1ª edição 1997. Vejamos o 2º. Este sim, tem mais de 161 páginas.
.
Da mesma editora, 1º edição, 2001, trata-se de «Passeios por Lisboa», de Jaime Roseira. Isto faz-me lembrar que não terminei a ilustração do último post das minhas Deambulações por Lisboa», falha pela qual nenhum/a dos/as deambulantes reparou ou lavrou protesto. Ora abramos na página 161 ... Cá está !
.
«O chafariz [da Esperança] situava-e no largo, de frente para o adro da igreja, ganhando agora um realce difícil de imaginar»

Quem quiser saber mais passe por http://osabordolhar.blogspot.com/ post de 2007.12.14
Um abraço
VN


Comentar post

."MAIS SOBRE MIM"

.pesquisar

 

.Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

25
26
27
28


."POSTS RECENTES"

. QUEM TE VIU PORTUGAL!

. COM ABRIL NO PENSAMENTO

. OS POLÍTICOS

. VAMOS MONDAR ABRIL!!!!!!

. OS ALGOZES EM DELÍRIO.

. É URGENTISSIMO.

. A "CARIDADEZINHA"

. ACORDAI POVO!

. CAMINHOS ENVIESADOS

. CHOVEU NO FORMIGUEIRO

. ...

. "TEU SORRISO UM POEMA"

. HOJE COMO ONTEM!

. QUEM É... QUE CONTINUA A ...

. PARABENS CRAVO DE ABRI...

. SÁBADO 1 DE OUTUBRO

. DEMOCRACIA SEM ADJECTIVOS

. QUE MAIS TERÁ DE ACONTECE...

. FESTA DO ÁVANTE 2011

. "NÃO HÁ FESTA COMO ESTA2

. O TEMPO É DE LUTA!

. É URGENTE!

. SERÃO PRECISAS, AS PALAVR...

. JUNHO DE MÁ MEMÓRIA!

. COMO EU OS VEJO!

. ERA MAIO COM CHEIRO DE AB...

. DIA 29, CONTRA OS TIRANOS...

. A MINHA PRIMAVERA

. A BATOTA CONTINUA!

. PARABENS PCP

.arquivos

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. DVD de ALFREDO MARCENEIR...

."LINKS"

blogs SAPO

.subscrever feeds